Meus heróis
morreram de overdose.
Meus inimigos
estão no poder...
Ideologia!
Eu quero uma pra viver!

(Cazuza)

“— Tá vendo aquele trem?
— Sim, por que?
— Mesmo vazio ele continua seguindo.
— O que tem isso?
— Faça o mesmo, por mais vazio que esteja, apenas siga.”

Desconhecido (via nevoeirar)

9629 NOTES / reblog / permalink

“Não é o amor que sustenta o relacionamento. É o modo de se relacionar, que sustenta o amor.”

Bruno Mars. (via nevoeirar)

29220 NOTES / reblog / permalink

“Faça seus medos terem medo de você.”

Batman.  (via publicadora)

35589 NOTES / reblog / permalink

“Nossos sentimentos são como um trem desgovernado.”

O Diário de Katherine.  (via relevou)

1659 NOTES / reblog / permalink

meninas com vergonha de ser o bv? isso nao e motivo de vergonha, motivo de vergonha e ser vagabunda biscate q fica com todo mundo

1667 NOTES / reblog / permalink

“Porque há essa música que encontrei, que me faz pensar em você de alguma forma e eu a coloco para repetir até eu dormir.”

Arctic Monkeys. (via maybeoneeday)

13352 NOTES / reblog / permalink

“Abraço é coisa tão séria que não se empresta, se dá. E quando os corpos se encostam, todos os chakras se tocam. Abraço é coisa tão séria que junta os dois corações: pode ecoar para sempre ou esvaziar por inteiro. Pois quando a gente abraça, traz para dentro a pessoa: com bagagem, passado, infância, viagens e o principal: seu perfume espiritual. E o que recebemos nem sempre é o que damos, por isso alguns são afagos que nutrem por um longo tempo e outros, desespero pra matar a fome, um devoramento. Recuso abraçar levianamente, abraço com meu enrosco de afeto demais, amor puro, corpo colado para o abraço ser sentido, ter sentido. Abraço que é de verdade pode até ser dado de longe, pois ultrapassa as esferas e desconhece distâncias, é todo feito de encontro. Abraço é coisa tão séria que há de ser doce, leve, divertido, espontâneo, mesmo quando acalanto, colo ou celebração. A gente agarra por impulso de carinho porque a sintonia é a mesma. E quando o abraço termina, quando ele é dado de graça, fica a cosquinha no peito, uma brisinha na alma e a harmonia instalada.”

Marla de Queiroz.  (via nevou)

12331 NOTES / reblog / permalink